$type=grid$show=home$count=4$cate=0$rm=0$sn=0$au=0$cm=0

Ministério Público denuncia quatro pessoas por trabalho escravo em fazendas de cacau

Trabalhadores não recebiam salário fixo e valores eram inferiores a salário mínimo.
(Foto: reprodução)
O Ministério Público Federal (MPF) divulgou nesta quarta (23), que em Ilhéus (BA) quatro pessoas foram denunciadas na última semana, por trabalho escravo em duas fazendas de cacau no distrito de Vila Brasil, em Una (BA) e na zona rural de Uruçuca (BA).

De acordo com as ações penais, ajuizadas pelo procurador da República Gabriel Pimenta Alves na última sexta-feira, 18 de maio, doze trabalhadores viviam em condições degradantes, sem higiene, energia elétrica, água encanada ou banheiros, além de não possuírem seus direitos trabalhistas assegurados.

O resgate dos trabalhadores ocorreu em junho e setembro de 2017, após ação conjunta da Gerência Regional do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho e da Polícia Rodoviária Federal.

Fazenda Eldorado – Segundo o MPF, os proprietários da fazenda Eldorado – localizada no distrito de Vila Brasil, em Una (BA) –, submetiam um homem e seus dois filhos a condições de trabalho análogas a de escravo entre os anos de 2009 e 2016. Na propriedade, foram encontrados dois casebres habitados por duas famílias, incluindo crianças.

De acordo com nota divulgada pelo MPF, as moradias tinham péssimas condições de conservação e higiene e não possuíam energia elétrica, água encanada e banheiros. A água utilizada para consumo era retirada de um córrego da região e transportada em embalagens reutilizadas de agrotóxicos, sem nenhum tipo de tratamento. Os trabalhadores dormiam em colchões levados por eles próprios e improvisavam camas em cima de tijolos e tábuas.

Segundo as investigações, os proprietários não forneciam aos trabalhadores equipamentos de proteção individual e pagavam, sem qualquer regularidade, uma remuneração inferior ao salário-mínimo. Os trabalhadores nunca tiveram o vínculo registrado na carteira de trabalho nem o pagamento da rescisão do contrato de trabalho.

Fazenda Diana – De acordo com o MPF, os funcionários do grupo Chaves Agrícola e Pastoril Ltda, exploraram nove trabalhadores entre os anos de 2016 e 2017, na Fazenda Diana – situada na zona rural de Uruçuca (BA). Na propriedade, os alojamentos e moradias das vítimas e das suas famílias não possuíam banheiro, iluminação suficiente, água encanada na cozinha e instalações sanitárias e chuveiros. Os imóveis foram entregues aos trabalhadores completamente vazios, sem armários, camas, colchões ou roupas de cama.

Os nove trabalhadores possuíam um contrato de “parceria” com os empregadores que visava “apenas a descaracterizar os vínculos empregatícios e, fraudulentamente, frustrar os direitos decorrentes”, afirma o procurador na ação.

Ainda de acordo com o MPF, a divisão dos frutos da lavoura cacaueira era realizada de maneira desproporcional, ficando a maior parte da colheita (55%) com o empregador. Além disso, as vítimas eram proibidas de vender livremente a parte que lhes cabia, sendo obrigadas a negociar exclusivamente com o comprador indicado pelos denunciados, ainda que por valores abaixo do mercado.

“As vítimas ganhavam proporcionalmente ao que produziam, estimando uma média anual de R$ 350 por mês, e chegavam a ficar sem remuneração quando não havia colheita do cacau, embora continuassem trabalhando na manutenção da área. Uma vez por semana, elas eram obrigadas a prestar serviços ‘gratuitos’ na área exclusiva do proprietário, para pagamento da energia elétrica de suas residências, apesar do baixo valor das contas – cerca de R$ 25 por mês. Além disso, os trabalhadores nunca tiveram o vínculo registrado na carteira de trabalho e as despesas com os equipamentos de proteção individual e ferramentas para o trabalho eram custeadas por eles mesmos”, diz nota do MPF.

Fonte: Varela Noticias

COMMENTS

Nome

#OLabinho,4,=,1,Acidente,1,Assassina,5,Auto-ajuda,3,b,2,Bahia,666,Barra da Estiva,1,Brasi,6,Brasil,2560,Brasília,1,chuva,3,chuvas,6,Claudia Wild,5,CNH,2,comercio,24,Copa,1,Correios,8,Corrupção,236,D'jane Silva,6,Dança e Cultura,2,Denúncia,404,Denûncia,66,Desabamento,8,Destaque,1935,Detran,3,Distrito Fedral,2,Economia,327,Educação,39,Eleição,69,Elizeu Rosa,31,Emprego,18,Encostas,1,Energia,11,Entretenimento,166,Esporte,14,Eunápolis,9,Europa,1,Feira de Santana,15,FUNAI,1,Futebol,1,Google,6,Governo,41,Greve,14,Ilhéus,24,Indígenas,2,Inflação,5,Internacional,37,Internacional.,52,Internet,2,Itabuna,20,Jequié,77,Justiça,46,Lauro de Freitas,17,Meio Ambiente,24,Migrantes,20,Mundo,234,N,1,Natureza,8,Noticias,2040,Notícias,2284,Paulo Afonso,2,Pobreza,6,poli,6,Policia,116,Polícia,269,Politica,799,Política,1840,Porto Seguro,14,Religião,5,Rio de Janeiro,4,Rural,1,Salvador,325,Saúde,124,Segurança Pública,150,STF,1,Tecnologia,22,Teixeira de Freitas,15,Terroristas,4,Trânsito,33,transporte,70,TRE,5,TSE,2,Violência,166,Vitória da Conquista,29,w,2,www,1,
ltr
item
Ebahia News: Ministério Público denuncia quatro pessoas por trabalho escravo em fazendas de cacau
Ministério Público denuncia quatro pessoas por trabalho escravo em fazendas de cacau
http://varelanoticias.com.br/wp-content/uploads/2018/05/trab.jpg
Ebahia News
http://www.ebahianews.com.br/2018/05/ministerio-publico-denuncia-quatro.html
http://www.ebahianews.com.br/
http://www.ebahianews.com.br/
http://www.ebahianews.com.br/2018/05/ministerio-publico-denuncia-quatro.html
true
6004791991803311525
UTF-8
Todas as publicações Não foi encontrada nenhuma postagem VER TUDO Mais informação Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGES POSTS View All RECOMENDADO PARA VOCÊ LABEL ARQUIVO PESQUISA TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhuma correspondência de pós com seu pedido Voltar Início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy