$type=grid$show=home$count=4$cate=0$rm=0$sn=0$au=0$cm=0

STF absolve senadora Gleisi Hoffmann em processo da Lava Jato

 Por: Arquivo BNews 
Uma das principais lideranças do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, presidente do partido, foi absolvida nesta terça-feira (19) da acusação de ter participado de esquema de corrupção e lavagem de dinheiro desviado da Petrobras.
Seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler também foram considerados inocentes das acusações da Lava Jato.

Os ministros da segunda turma do STF (Supremo Tribunal Federal) entenderam que a PGR (Procuradoria-Geral da República) não conseguiu provar as acusações que foram feitas. Os magistrados criticaram a estrutura da denúncia, considerada elaborada com base apenas em delações premiadas de pessoas com interesses pessoais e que não apresentaram provas para corroborar seus depoimentos.

“São tantas as incongruências e inconsistências nas delações premiadas que elas se tornam imprestáveis para sustentar qualquer condenação”, disse Ricardo Lewandowski.

De acordo com a denúncia, Gleisi e Paulo Bernardo pediram e receberam propina no valor de R$ 1 milhão, paga em espécie e em parcelas, com valores que teriam sido desviados da Petrobras para financiar a campanha da petista ao Senado em 2010. Kugler teria operacionalizado a entrega, acertada entre Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, e Alberto Youssef, doleiro.

Relator da Lava Jato no STF, Fachin considerou que a PGR não conseguiu comprovar que a petista recebeu dinheiro em troca de contrapartida e, portanto, ela não poderia ser condenada por corrupção passiva e consequente lavagem de dinheiro.

No entanto, o magistrado entendeu que os investigadores conseguiram comprovar ao menos uma entrega de dinheiro. Com isso, desclassificou a conduta imputada a Gleisi pela PGR e lhe atribuiu responsabilidade por caixa dois. Seu voto foi seguido por Celso de Mello.

“Conforme atesta a prestação de contas apresentada pela denunciada Gleisi Helena Hoffmann nas eleições do ano de 2010, não se vê a declaração da referida quantia à Justiça Eleitoral, tratando-se de omissão que, por si só, materializa o crime de falsidade ideológica eleitoral”, disse Fachin.

A divergência foi aberta por Dias Toffoli, que votou por rejeitar a denúncia. Seu voto foi seguido pelos colegas Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Para ele, ao suprimir os depoimentos dos colaboradores, “restam apenas elementos indiciais” que não permitem concluir a prática de crime. “Os depoimentos dos delatores não foram harmônicos no que concerne à solicitação de recursos”, disse Toffoli.

As defesas dos acusados sustentaram que a denúncia foi oferecida apenas com base na palavra dos delatores.

"Vou votar pela absolvição pela falta de provas suficientes para condenação. O caso foi estruturado apenas no depoimento de vários delatores, que se contradizem. O reforço de provas materiais é raquítico e inconclusivo”, disse Gilmar.

A investigação foi aberta em março de 2015, a partir da primeira lista de parlamentares alvos da operação, que incluiu dezenas de parlamentares e foi elaborada pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot.

“O STF fez justiça a Paulo Bernardo, absolvendo-lhe por unanimidade de uma acusação injusta. A decisão tem importância histórica porque comprova o abuso das denúncias construídas a partir de delações sem prova”, disseram Juliano Breda e Verônica Sterman, advogados de Paulo Bernardo.

Fonte: Bocão News

COMMENTS

Nome

#OLabinho,4,=,1,Acidente,1,Assassina,5,Auto-ajuda,3,b,1,Bahia,652,Barra da Estiva,1,Brasi,6,Brasil,2347,chuva,3,chuvas,4,Claudia Wild,4,CNH,2,comercio,6,Copa,1,Correios,8,Corrupção,229,D'jane Silva,6,Dança e Cultura,2,Denúncia,386,Denûncia,66,Desabamento,7,Destaque,1919,Detran,3,Economia,294,Educação,29,Eleição,45,Elizeu Rosa,30,Emprego,13,Encostas,1,Energia,6,Entretenimento,137,Esporte,14,Eunápolis,9,Europa,1,Feira de Santana,15,FUNAI,1,Futebol,1,Google,4,Governo,40,Greve,9,Ilhéus,23,Indígenas,2,Inflação,5,Internacional,33,Internacional.,45,Internet,2,Itabuna,19,Jequié,76,Justiça,46,Lauro de Freitas,17,Meio Ambiente,9,Migrantes,14,Mundo,222,Natureza,4,Noticias,1962,Notícias,1903,Paulo Afonso,2,Pobreza,5,poli,4,Policia,106,Polícia,211,Politica,785,Política,1550,Porto Seguro,13,Religião,4,Rio de Janeiro,2,Rural,1,Salvador,324,Saúde,96,Segurança Pública,143,STF,1,Tecnologia,14,Teixeira de Freitas,15,Terroristas,4,Trânsito,26,transporte,61,TRE,5,TSE,2,Violência,124,Vitória da Conquista,29,w,2,www,1,
ltr
item
Ebahia News: STF absolve senadora Gleisi Hoffmann em processo da Lava Jato
STF absolve senadora Gleisi Hoffmann em processo da Lava Jato
https://www.bocaonews.com.br/fotos/bocao_noticias/209005/IMAGEM_NOTICIA_0.jpg
Ebahia News
http://www.ebahianews.com.br/2018/06/stf-absolve-senadora-gleisi-hoffmann-em.html
http://www.ebahianews.com.br/
http://www.ebahianews.com.br/
http://www.ebahianews.com.br/2018/06/stf-absolve-senadora-gleisi-hoffmann-em.html
true
6004791991803311525
UTF-8
Todas as publicações Não foi encontrada nenhuma postagem VER TUDO Mais informação Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGES POSTS View All RECOMENDADO PARA VOCÊ LABEL ARQUIVO PESQUISA TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhuma correspondência de pós com seu pedido Voltar Início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS CONTENT IS PREMIUM Please share to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy